John Richard no Valor Econômico.

Todas as Publicações

Em publicação do Valor Econômico sobre locação de móveis e a ascensão do mercado, a John Richard tem seu pioneirismo e abrangência nacional destacados. Confira abaixo alguns trechos da matéria intitulada ‘Em alta, locação de móveis gera bons negócios’, que entrevistou a Diretora Geral da empresa, Pamela Paz.

As mudanças na dinâmica de trabalho, com mais empresas adotando espaços compartilhados, flexibilidade da jornada e home office, estão contribuindo para a tendência de alugar itens de escritório. Fundada em 1998, a John Richard, voltada ao aluguel de mobiliário para empresas, tem a expectativa de crescer 30% este ano e conquistar um faturamento de cerca de R$ 20 milhões. ‘Há alguns anos, muitas empresas diziam que nunca tinha ouvido falar em aluguel de móveis. Hoje, muitas nos procuram e pedem para enviarmos o mostruário”, afirma Pamela Paz, diretora da empresa.

A empresa foi criada por seu pai, um americano naturalizado brasileiro. Em viagens aos Estados Unidos, ele percebeu que esse mercado já crescia de forma expressiva no país. “Sabíamos que, em algum momento, essa tendência também chegaria forte aqui”, afirma Pamela. Hoje, a maior parte das receitas vem da locação de móveis para ambientes de trabalho. A empresa mantém unidades e centros de distribuição em várias capitais, como São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Recife e Belo Horizonte. O objetivo é facilitar a logística. “Muitas vezes, o cliente precisa receber aquela mesa ou cadeira no mesmo dia”, diz Pamela. Em São Paulo, há mais de 2 mil móveis em estoque na sede da companhia. “Esse segmento exige respostas rápidas”, afirma a empreendedora.

A matéria também entrevistou outras empresas do segmento, que migraram da venda e/ou do aluguel focado em eventos para o aluguel de mobiliário para escritórios. Além destes novos negócios fortalecerem o setor e corroborarem com o avanço da mentalidade de uso, são exemplos da relevância do aluguel. Como dito pelos outros entrevistados, no cenário atual, a locação faz mais sentido do que a compra. Ainda, como pontuado no texto da jornalista Carla Aranha, a locação é um movimento mundial, baseado em praticidade, agilidade e gestão financeira eficiente. Comprar uma mesa, cadeira ou armário e assumir os riscos e custos da depreciação não condiz com a aceleração e as necessidades do mercado atual e futuro.

Nas proximidades de completar 20 anos, a John Richard celebra o avanço do segmento de locação no Brasil e enxerga a concretização da visão de seu fundador, que há 2 décadas acreditou no aluguel como uma solução ideal para escritórios e também residências. Ciente de sua posição como empresa vanguardista e impulsionadora do aluguel de móveis no País, a John Richard reafirma diariamente seu compromisso com a evolução do setor e com o avanço das soluções para workspaces flexíveis.

Last modified: 7 de dezembro de 2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × cinco =