Pesquisa Mobility Brasil: gestão da mobilidade no cenário nacional.

Todas as Publicações

1 Estrela2 Estrela3 Estrela4 Estrela5 Estrela (Sem Avaliações)
Loading...

Se você atua em Mobilidade Global de Pessoas, provavelmente conhece a Pesquisa Mobility Brasil. Estudo pioneiro no segmento, “a pesquisa visa preencher uma lacuna de informações sobre melhores práticas na gestão de Mobilidade Internacional no contexto Brasil”, destaca Andréa Fuks, que está à frente do projeto desde o lançamento. Com o propósito claro de fomentar o avanço do setor, ampliando o reconhecimento da relevância da Gestão da Mobilidade Internacional para os negócios, a pesquisa é um importante suporte estratégico para os profissionais da área.

História da Pesquisa Mobility Brasil.

Antes da criação da pesquisa, os conteúdos de consulta eram restritos aos materiais europeus e norte-americanos. Apesar de válidos como referência, eles não ofereciam entendimento sobre os desafios e as práticas da gestão da mobilidade no Brasil. “Percebemos que havia uma lacuna de estudos que falassem sobre mobilidade no contexto nacional”, conta Andréa Fuks, sócia na Global Line. Para preencher essa lacuna, a empresa especialista em treinamento intercultural lançou, em 2012, a Pesquisa Mobility Brasil. Desde o início, o estudo foi muito bem-recebido pela comunidade. Aliás, prova disso é o fato de que a versão pioneira já contou com “mais de 60 empresas participantes”, relembra Andréa. 

Pesquisa Mobility Brasil: estrutura.

Divulgada anualmente, a pesquisa tem duas grandes seções: histórico de benchmarks e tema do ano. Com apelo de estudo longitudinal, o primeiro bloco traz um panorama da evolução do setor e das variações gerenciais ao longo dos anos. Junto a isso, a segunda parte oferece uma análise profunda de um tema específico a cada edição. Abaixo, você pode conferir os assuntos das seis publicações. Lembrando que, todos os estudos estão disponíveis para download.

  • 2012: Multinacionais Brasileiras x Multinacionais Estrangeiras.
  • 2013: Perspectiva do Expatriado.
  • 2014: Gestão de Talentos e Gestão da Mobilidade.
  • 2015: Compliance.
  • 2016: Carreira Internacional.
  • 2017: Perspectiva do Expatriado.
  • 2018: Evolução do Perfil da Família Transferida.
Parceiros e participantes da Pesquisa Mobility Brasil.

Outro aspecto que corrobora com o porte do estudo são suas parcerias de renome. Desde a 1ª edição, a FIA / PROGEP (Programa de Estudos em Gestão de Pessoas – FIA | USP) é apoiadora da pesquisa. A datar da 3ª edição (2014), a ERC® (Employee Relocation Council) também apoia o estudo e divulga-o internacionalmente. Além disso, as empresas participantes reforçam a validade do material. Das 60 empresas, 90% continuam no estudo, o que constata a utilidade das informações oferecidas. De lá para cá, o número de aderentes subiu para mais de 200, ampliando a amostra que reúne multinacionais e grandes empresas brasileiras.

Aplicações da Pesquisa Mobility Brasil.

A versatilidade da pesquisa como fonte de consulta é bastante ampla. O material traz uma base comparativa bem estruturada sobre as transformações do segmento e também atualizações no bloco dedicado à temática anual. Segundo Fuks, as empresas utilizam a pesquisa para:

  • Conhecer as boas práticas do mercado;
  • Rever políticas de Gestão de Mobilidade Internacional (ex.: revisão de benefícios);
  • Basear a construção da área na organização;
  • Comparar ações internas com a atuação do segmento;
  • Consultar novidades e inovações.
  • Acompanhar os movimentos do setor;
  • Entre outros.

Centrada em empresas de grande porte, a pesquisa é aberta para novos participantes. Portanto, se sua empresa atua com mobilidade de pessoas e tem interesse em ingressar no estudo, entre em contato com Global Line: globalline@gline.com.br. A participação não tem custo e a condução do estudo é habituada com autorizações de compliance. Além de colaborar diretamente com o avanço da área, as empresas participantes têm a vantagem de receber um relatório com seus dados individualizados e de serem convidadas para um evento cortesia, no qual a pesquisa geral é apresentada e comentada. 

Com pertinência expandida para além das empresas que atuam diretamente em Global Mobility, o estudo também é vantajoso para negócios relacionados à área. Por exemplo, a própria John Richard usa a pesquisa para conhecer a evolução do mercado, mudanças comportamentais e os desafios da área. Dessa forma, a especialista em soluções de mobiliário flexível pode melhorar seu atendimento às necessidades dos expatriados e no suporte aos profissionais de mobility com um serviço de aluguel de móveis para residências cada vez mais eficiente, ágil e qualificado. 

Last modified: 27 de agosto de 2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezesseis − treze =